Conheça tudo que você precisa saber sobre o mercado financeiro

IMG_256

Muitas pessoas conhecem o mercado financeiro apenas pelo o simples conceito de comprar e vender títulos, se você estar pensando em começar a aplicar seus investimentos vai precisar conhecer um pouco mais, pensando nisso montamos esse post.

O mundo dos investimentos realmente é muito completo e tem termos específicos, mais não se preocupe ! Aqui iremos te ajudar a conhecer um pouco mais sobre o mercado financeiro.

A falta de conhecimento sobre a educação financeira é o que faz hoje as pessoas de modo em geral perder dinheiro. Este post é feito para você que chegou até aqui interessado no assunto.

Afinal, o que é mercado financeiro?

De maneira mais simples podemos definir mercado financeiro como compra e venda de produtos e serviços financeiros. Lá é o local onde são feita as negociações.

Podemos definir esses produtos como:

  • Ações;
  • Títulos;
  • Moedas;
  • Mercadorias;
  • Commodities;
  • Bens.

No mercado financeiro podemos dizer que existem dois atores principais, um deles é os tomadores e outro e os investidores. Os investidores são pessoas que possuem recursos e podem emprestar o mesmo, esse dinheiro é a rentabilidade.

Já os tomadores são as pessoas que estão precisando deste recurso, na realidade ele até tem recursos, mais precisam de um valor além para poder investir.

Mercado financeiro para que serve?

O mercado financeiro é o mediador de toda essa história, é o ambiente mais seguro para realizar essas transações de compra e venda de produtos financeiros.

O mercado financeiro é subdivido de fato, vejamos a seguir:

  • O mercado de ações engloba titulos, bolsa de valores e corretoras de instituições financeiras;
  • Mercado de câmbio é o mercado que troca a moeda;
  • Mercado de crédito pode ser feito com pessoa juridica ou fisica, além de avaliar o crédito ao curto, médio e longo prazo, esse ramo engloba também empréstimo;
  • Mercado monetário é os empréstimos de curto prazo.

Agentes que participam do Mercado Financeiro

Bolsa de valores

Se você investe ou deseja investir em ações, já deve ter ouvido falar na Bolsa de Valores. Todas as empresas listadas estão lá para negociar parte da empresa na forma de ações.

Em outras palavras, se você quiser comprar ou vender ações, deve procurar a Bolsa de Valores. Atualmente, qualquer pessoa com um fundo de previdência central pode investir na troca.

As negociações devem ser conduzidas online através de uma corretora, que é uma plataforma para todas as ações da empresa

Títulos

Os emissores de títulos são instituições que fornecem documentos de investimento. Segundo o emissor, esses títulos podem ser públicos ou privados. No que se refere aos títulos do governo, o emissor são títulos do Tesouro.

Ou seja, por exemplo, quando você investe em Tesouro Selic, o emissor é o próprio governo. Portanto, a dívida pública é considerada o investimento mais seguro do Brasil, pois o próprio governo tem muito menos chances de falência do que as instituições privadas.

Para títulos privados, o emissor pode ser um banco ou uma instituição financeira privada. Por exemplo, se você investir em CDB, você investirá em títulos de certas organizações privadas. Nesse caso, o risco é maior. Portanto, é necessário avaliar o rating do emissor para verificar se ele é bom.

Mesmo assim, para reduzir esse risco, também contamos com um Fundo Garantidor de Crédito (FGC). Se o emissor falhar, ele pode garantir o reembolso do seu investimento. Mas cuidado: ele garante que cada instituição retornará no máximo 250 mil reais.

Nem todos os títulos são protegidos pelo FGC. Portanto, antes de escolher seu investimento, favor entender o emissor e se ele é protegido pelo FGC.

Investidores

Pessoas com poder aquisitivo que emprestam dinheiro com juros, fazendo o mesmo render. Isso inclui empresas, instituições financeiras e até mesmo o Governo.

Como é dividido o Mercado Financeiro?

O mercado financeiro é dividido de 02 maneiras, conheça a seguir:

Renda fixa: A remuneração ou forma de cálculo pode ser pré-determinada no momento da aplicação. Exemplos de investimentos em renda fixa incluem: DI e fundos de renda fixa, títulos públicos e CDB.

Os investimentos em renda fixa não são afetados pelas flutuações do mercado. Além disso, como os investidores já conhecem sua rentabilidade, esses investimentos são considerados menos arriscados e adequados para quem é conservador ou começa a investir.

Renda variável: No caso de renda variável, os investidores não sabem antecipadamente a rentabilidade do ativo. O preço dos ativos está sujeito a mudanças nos eventos econômicos e financeiros do mercado a qualquer momento.

Porém, é justamente por trazer mais riscos que a renda variável pode trazer mais rentabilidade. Um exemplo de renda variável é o investimento em ações. O risco é alto, mas pode trazer grandes retornos. No entanto, devido ao alto risco, é adequado para investidores ousados.

Como funciona o mercado financeiro?

O mercado financeiro permitem que investidores e mutuários se encontrem. Ou seja, faz fluir os recursos financeiros. As instituições de mercado estipulam que emissores e devedores não precisam se “reunir” para realizar transações de ativos.

As negociações são conduzidas em um ambiente seguro e são intermediárias por corretores do mercado (como corretores da bolsa). Por exemplo, se você deseja investir em ações da Petrobras, não precisa procurar a empresa diretamente.

Basta abrir uma conta em uma corretora de confiança, como a XP Investimentos, visitar a corretora da casa e selecionar as ações da empresa. Ou seja, você não precisa entrar em contato direto com a empresa para emprestar dinheiro para a Petrobras.

Em troca, a empresa dividirá os lucros com os investidores. Além disso, as ações podem valorizar e você pode ganhar dinheiro com o tempo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*